Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2008 > Investimentos estrangeiros no País em 2007 quase dobram em relação a 2006
conteúdo

noticias

Investimentos estrangeiros no País em 2007 quase dobram em relação a 2006

publicado: 28/01/2008 12h19, última modificação: 11/11/2010 12h18

Os investimentos estrangeiros diretos (aqueles que se destinam aos setores produtivos da economia e criam empregos) ficaram em US$ 886 milhões em dezembro e fecharam o ano em US$ 34,616 bilhões. No mesmo mês de 2006, esses investimentos somaram US$ 2,487 bilhões e, em todo o ano, US$ 18,782 bilhões. O valor do acumulado do ano ficou pouco abaixo da projeção do Banco Central, que era de US$ 35 bilhões, mas quase dobrou em comparação com 2006. Os dados constam na nota do Setor Externo divulgada nesta segunda-feira (28) pelo Banco Central. O saldo da conta de transações correntes, que englobam a balança comercial, serviços e rendas e transferências unilaterais, ficou negativo em US$ 699 milhões em dezembro, mas fechou o ano positivo em US$ 3,555 bilhões. No ano anterior, o saldo havia sido positivo em, US$ 13,621 bilhões.

A balança comercial ficou em US$ 3,636 bilhões em dezembro e encerrou o ano em US$ 40,040 bilhões no ano; a conta de rendas e serviços fechou dezembro negativa em US$ 4,795 bilhões e acumula US$ 40,570 bilhões no ano; as transferências unilaterais correntes ficaram positivas em US$ 460 milhões em dezembro e acumulou US$ 4,086 bilhões no ano. As reservas internacionais chegaram a US$ 180,334 bilhões, em 2007, contra US$ 85,839 bilhões em 2006. As reservas são ativos (títulos, créditos etc) em moeda estrangeira que permitem oferecer garantias aos credores e investidores internacionais.

 

                       
FONTE: AGÊNCIA BRASIL - 28/01/2008