Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Atuação direta da PGFN tem resultados positivos na Operação Protocolo Fantasma
conteúdo

noticias

Atuação direta da PGFN tem resultados positivos na Operação Protocolo Fantasma

A PGFN deu subsídios para que fosse descoberta a atuação da quadrilha no Serpro. Os resultados são fruto do plano de modernização em vigor.
publicado: 30/08/2016 09h14, última modificação: 06/04/2018 16h28

Atuação direta da PGFN tem resultados positivos na Operação Protocolo Fantasma

 

Desde 2011, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) tem passado por um intenso processo de modernização de suas técnicas e métodos de prevenção e de repressão a irregularidades nos sistemas informatizados que administra e/ou opera.
 
Por intermédio do Programa de Modernização Integrada do Ministério da Fazenda (PMIMF), a PGFN habilitou junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) um projeto de prevenção e de combate a fraudes, fundamentado na modernização tecnológica, no desenvolvimento do capital humano e na sensibilização do público interno para os desafios típicos de um órgão de administração tributária.
 
Assim, adquiriu soluções avançadas de análise, aprofundou a especialização do pessoal e treinou procuradores da Fazenda Nacional em meios de detecção e de investigação de fraudes para que as adulterações fossem descobertas, contidas e solucionadas.
 
Decorrente desse investimento, hoje foi veiculado pela mídia externa um caso sobre a atuação ilícita de servidores do Serpro e outros 14 integrantes da Operação Protocolo Fantasma – trabalho conjunto entre PGFN, Receita Federal do Brasil e Departamento de Polícia Federal. A organização tinha acesso ao sistema de registro, tramitação e consulta de processos administrativos. Todos os envolvidos foram denunciados por organização criminosa e a acusação levada à Justiça Federal em São Paulo. A fraude chega a 100 milhões de reais.
 
 
Confira aqui a matéria na íntegra, publicada pelo Estadão.