Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > RDCC: Recuperação por execução fiscal no 1º semestre de 2017 já superou 2016
conteúdo

noticias

RDCC: Recuperação por execução fiscal no 1º semestre de 2017 já superou 2016

publicado: 01/09/2017 19h58, última modificação: 06/04/2018 16h29

RDCC: Recuperação por execução fiscal no 1º semestre de 2017 já superou 2016

Regime auxiliou no incremento de 21% em relação à arrecadação no ano anterior

A Coordenação-Geral de Estratégias de Recuperação de Créditos (CGR) destaca levantamento com valores de recuperação referentes às ações relativas ao Regime Diferenciado de Cobrança de Créditos (RDCC) e números de arrecadação geral no primeiro semestre deste ano.

Entre janeiro e junho de 2017, os valores arrecadados, desconsiderando a arrecadação fiscal via GPS, superou em 21,6% o mesmo período de 2016 — foram R$ 7,75 bilhões recuperados em contraste com os R$ 6,37 bilhões.

Em relação à execução fiscal, a atuação pontual em devedores com maior perspectiva de recuperação incrementou os montantes arrecadados no 1º semestre de 2017. Por meio desta estratégia de cobrança, os cofres públicos foram ressarcidos em R$ 1,44 bilhão — um crescimento de 177% em relação ao R$ 521 milhões recuperados no mesmo período do ano passado. Comparado com o resultado total de 2016, a arrecadação desta modalidade cresceu 14,84% apenas nos seis primeiros meses de 2017.

DESTAQUES

As Procuradorias-Seccionais da Fazenda Nacional (PSFN) de Chapecó e Campinas tiveram resultados exitosos: apenas no primeiro semestre de 2017 superaram a arrecadação total de 2016. A unidade de Chapecó registrou R$ 55,93 milhões, 55% a mais do que os R$ 36 milhões recuperados no ano anterior. Já a PSFN de Campinas auxiliou na devolução de R$ 362,53 milhões à União, montante 57% maior que R$ 229,9 milhões de 2016.

Vinte unidades ultrapassaram a arrecadação do mesmo período de 2016, com aumentos de a partir de 20%. Juntas, as arrecadações das unidades representam aproximadamente 32% do montante recuperado em 2017. Conheça o desempenho das 10 unidades que mais cresceram no primeiro semestre:


10 unidades com melhores resultados na rec 1º sem/2017

EXECUÇÃO FISCAL EM ALTA

Os números da execução fiscal também registraram aumento: vinte e seis unidades ultrapassaram, no primeiro semestre de 2017, a arrecadação total de 2016. Em relação ao mesmo período do ano passado, há crescimento de até 13,7%, como é o caso da PSFN de Chapecó que arrecadou nesta modalidade R$ 40,14 milhões.

As dez unidades com maior crescimento em relação ao mesmo período no ano passado somam R$ 439,8 milhões e representam aproximadamente 30% do total arrecadado nesta estratégia de cobrança. Confira abaixo os resultados detalhados destas unidades:

Números de rec por execução fiscal 1º sem/2017